julho 2012

You are currently browsing the monthly archive for julho 2012.

No período de 25 a 27 de julho a comunidade de Vila Franca,teve o prazer de receber a equipe de educomunicação do projeto Saúde e Alegria,realizando oficinas de vídeo celular e informática

Segundo Betânia Barbosa coordenadora pedagógica de campo o objetivo dessas oficinas é promover a integração entre os comunitários e a comunicação entre jovens e lideranças mostrando a cultura e a sabedoria dos povos ribeirinhos para eles mesmo,para o país, enfim,mostrar a nossa cara para o mundo.

Elis Lucien, também da equipe do PSA,diz que é o momento de participação social para a juventude,lideranças e crianças que voltam na Rede Mocoronga com garra para a promoção da 11ª Teia Cabocla. Elis relembra o evento que acontecerá em setembro na comunidade. A Teia Cabocla que é um encontro entre jovens e educadores das comunidades do Tapajós e Arapiuns promovida pelo projeto Saúde e Alegria.

Texto Colaborativo

Luciana Santos

Tereza Harari

Padroeira de Vila Franca

É um momento de muita fé,esperança,alegria e devoção,onde todo ano as pessoas festejam sua festa para comemorar.Com salvas de fogos,repicar de sino e aquela alegria,onde todo ano inicia-se com o Círio para onde é transladada a imagem de Nossa Senhora da Assunção.

As festividades acontecem no período de 10 a 19 de Agosto de 2012.

Com o tema: MARIA DA ASSUNÇÃO AJUDA-NOS A DIFUNDIR A SAÚDE ESPIRITUAL NA IGREJA POVO.

NOITARIOS

Dia 10 Sexta-feira: Celebração em memória,À comunidade;

Dia 11 Sábado: Comunidade geral e Comunidades vizinhas.

Dia 12 Domingo: TODOS OS PAIS DA COMUNIDADE.

Dia 13 Segunda feira: Escola Estadual de Ensino Modular Indígena.

Dia 14 Terça-feira: Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Sra. Assunção.

Dia 15 Quarta-feira: Pastoral de Saúde da Comunidade;

-Café Comunitário;

Dia 16 quinta-feira : Grêmio Futebol Clube.

Dia 17 sexta-feira: Apostolado da Oração.

Dia 18 Sábado: COMUNIDADE EM GERAL E O POVÃO.

Prédio eclesial “Igreja Matriz” dedicado à devoção de Nossa Senhora da Assunção cuja festa até celebrada no dia 15 de agosto em sua história originária, o povoado que abriga o prédio bissecular foi fundado em janeiro de 1723, pelo missionário Manoel Rebelo, padre secular da companhia Menino Jesus (jesuítas) que revoltado com os maus tratos do pessoal do forte aos Índios ali aldeados, desligou-se da missão dos Tapajós, levando consigo a maloca com mais de 1069 índios de volta aquela aldeia indígena que tornou-se missão de Arapiuns ou missão de Nossa Senhora da Assunção  dos Arapiuns. Em 1758, no caminho ao Peru, o Capitão-Geral Francisco Xavier de Mendonça Furtado, em viagem administrativa, como Governador da Capitania de Maranhão e Grão-Pará, praticou a lei de 06 de junho de 1755, que autorizava sob decreto Régio, em converter em vilas todas as aldeias missionárias pelos Jesuítas, e ao subir o grande rio Amazonas, instalava a vila Monte Alegre a 27 de fevereiro, aos portos na aldeia dos Tapajós, hoje (Santarém) dai subiu o rio Tapajós fundou Alter do Chão a 06 de março, Boim a 09 de março e Pinhel a 10 de março, e regressando erigiu a da Vila Franca a 12 de março 1758 (O Bissecular Palácio de Landi, de Augusto Meira Filho) e a partir dai no decorrer do tempo o prédio sofreu pequenas reformas, e em 11 de maio de 2006, o prédio secular que é considerado pela comunidade como patrimônio histórico veio a ruir.

Precisamos unir nossas forças e assim trazer de volta o funcionamento do deferido templo de oração!