Articles by Luiz Lobo

You are currently browsing Luiz Lobo’s articles.

A comunidade de Vila Franca, sede das festividades de Nossa Senhora de Assunção, vem através deste agradecer de todo coração a todos àqueles que prestigiaram as festividades de nossa mãe Maria, e a todos aqueles que participaram direta ou indiretamente com as festividades, o nosso muito obrigado e com certeza a mãe Medianeira jamais lhes esquecerá.

Esse ano foi muito especial para todos os filhos de Vila Franca, pois a partilha do alimento mais importante da vida que è a saúde espiritual da igreja povo, o qual se fez presente em todos os devotos de Nsa. Sra. De Assunção.

Pedimos desculpas por todas as falhas que cometemos durante a realização do evento, as nossas intenções foram e serão sempre a de melhor servir todos aqueles que nos visitam, porém, nem sempre é possível.

Contudo, queremos desde já convidar a todos para que no próximo ano possamos fazer de novo essa grande partilha. Que Nsa. Sra. de Assunção possa sempre nos abençoar com sua graça. Amem!

A todos o nosso muito obrigado!

No domingo dia 29 de julho de 2012 iniciou sua peregrinação de Nossa Senhora de Assunção visitando as residências dos seus filhos  de Vila Franca. A imagem de Nossa Senhora saiu em transladação de sua igreja em Vila Franca seguiu de barco até a cidade de Santarém. Ao chegar na cidade a imagem foi levada em carreata até a casa do senhor Ruimar Cardoso Vieira, onde aconteceu uma celebração em ação de graças.

A imagem de Nossa senhora de Assunção permanecerá em peregrinação pelos lares de seus devotos   até o dia 11 de agosto do corrente ano até quando novamente em carreata a imagem da santa retorna  ao cais do porto quando iniciará o CÍRIO FLUVIAL com destino até a comunidade de Vila Franca.

 

Encerrou no ultimo dia 04 de agosto na escola Madre Imaculada, o curso de Magistério Indígena, a luta de 5 (cinco) anos chega ao fim, a turma começou com 94 alunos e concluiu com apenas 72, a formatura acontecerá dia 15 de novembro de 2012. A partir dessa data os novos professores estarão aptos a trabalhar com ensino em suas aldeias.

 

 

 

Enoque Monteiro

 

No dia 05 e 06 de agosto de 2012, o Projeto Saúde e Alegria implantou na comunidade de Vila Franca uma placa solar que produzirá energia para o funcionamento de um computador que será utilizado pelos comunitários para desenvolver trabalhos relacionados a área de computação e tecnologia. O sistema de energia servirá também para o funcionamento da rádio comunitária e carregar a bateria de telefones celulares que funcionam muito bem na comunidade através da operadora de telefones V I V O. A comunidade está muito contente e agradece o PSA, obrigado.

Por: Raimundo Guimarâes Gamboa

 

No ultimo domingo dia 29 de julho de 2012 iniciou sua peregrinação de Nossa Senhora de Assunção visitando as residências dos seus filhos de Vila Franca. A imagem de Nossa Senhora saiu em transladação de sua igreja em Vila Franca seguiu de barco até a cidade de Santarém. Ao chegar na cidade a imagem foi levada em carreata até a casa do senhor Ruimar Cardoso Vieira, onde aconteceu uma celebração em ação de graças. A imagem de Nossa senhora de Assunção permanecerá em peregrinação pelos lares de seus devotos até o dia 11 de agosto do corrente ano até quando novamente em carreata a imagem da santa retorna ao cais do porto quando iniciará o CÍRIO FLUVIAL com destino até a comunidade de Vila Franca.

Prédio eclesial “Igreja Matriz” dedicado à devoção de Nossa Senhora da Assunção cuja festa até celebrada no dia 15 de agosto em sua história originária, o povoado que abriga o prédio bissecular foi fundado em janeiro de 1723, pelo missionário Manoel Rebelo, padre secular da companhia Menino Jesus (jesuítas) que revoltado com os maus tratos do pessoal do forte aos Índios ali aldeados, desligou-se da missão dos Tapajós, levando consigo a maloca com mais de 1069 índios de volta aquela aldeia indígena que tornou-se missão de Arapiuns ou missão de Nossa Senhora da Assunção  dos Arapiuns. Em 1758, no caminho ao Peru, o Capitão-Geral Francisco Xavier de Mendonça Furtado, em viagem administrativa, como Governador da Capitania de Maranhão e Grão-Pará, praticou a lei de 06 de junho de 1755, que autorizava sob decreto Régio, em converter em vilas todas as aldeias missionárias pelos Jesuítas, e ao subir o grande rio Amazonas, instalava a vila Monte Alegre a 27 de fevereiro, aos portos na aldeia dos Tapajós, hoje (Santarém) dai subiu o rio Tapajós fundou Alter do Chão a 06 de março, Boim a 09 de março e Pinhel a 10 de março, e regressando erigiu a da Vila Franca a 12 de março 1758 (O Bissecular Palácio de Landi, de Augusto Meira Filho) e a partir dai no decorrer do tempo o prédio sofreu pequenas reformas, e em 11 de maio de 2006, o prédio secular que é considerado pela comunidade como patrimônio histórico veio a ruir.

Precisamos unir nossas forças e assim trazer de volta o funcionamento do deferido templo de oração!